RSS
Notícias
Comentários

Luis Fernando Quilici, Geraldo Alckmin, Benjamin Ferreira Neto e Aldo Demarchi

O governador Geraldo Alckmin esteve em Rio Claro no último dia 12 e em encontro com os representantes do setor cerâmico de revestimento autorizou o asfaltamento do primeiro trecho de estradas vicinais pleiteado pela ASPACER. Segundo Alckmin, com a baixa arrecadação do estado em 2016, não estão sendo autorizadas novas obras, por isso sugeriu que o trecho de caráter mais urgente receba asfalto e que as obras sejam iniciadas ainda no próximo mês.
Os representantes da ASPACER, Benjamin Ferreira Neto – Presidente do Conselho e Luís Fernando Quilici – diretor de relações institucionais e governamentais, juntamente com o governador Alckmin definiram como prioritário o trecho que contempla a execução das obras e serviços de pavimentação da Estrada Vicinal que faz a ligação das Divisas de Municípios de Rio Claro e Santa Gertrudes até a entrada da Fazenda Itaúna, com extensão de 8,2 km de extensão no município de Santa Gertrudes, principalmente pelo alto tráfego de caminhões no local. “É uma parceria exclusivamente do Estado com a entidade que representa o setor ceramista. Não existe qualquer participação do governo federal”, observa o deputado Aldo Demarchi.
Esse trecho corresponde a praticamente 50% do total de asfaltamento pedido pela ASPACER, tendo em vista que a somatória dos quatro trechos de pavimentação solicitados pela entidade chega a cerca de 17 km.
Os outros três trechos já são objetos de Convênios assinados entre o DER e as prefeituras de Rio Claro e Santa Gertrudes ainda em fevereiro de 2014 e segundo o governador serão asfaltados futuramente.
“Estradas vicinais são de responsabilidade das prefeituras. Sabemos das dificuldades dos municípios, então o governo do estado busca agora a parceria do DER Rio Claro, das prefeituras e dos empresários para a promoção do asfaltamento de trechos das estradas vicinais do maior polo ceramista do país”, afirmou Alckmin.
Em março de 2012, Geraldo Alckmin, esteve na sede da ASPACER e naquela oportunidade a entidade já reiterava a necessidade do asfaltamento das vicinais como medida que permitiria a melhoria da qualidade do ar na região.
Benjamim Ferreira Neto, presidente do Conselho da entidade, diz que “trata-se de mais uma conquista importante da ASPACER, dentro da visão setorial em contribuir com a região, sempre atuando de forma propositiva e ao lado dos interesses da comunidade regional”.
Desde 2009, a ASPACER pleiteia o asfaltamento das estradas vicinais junto ao governo do estado. Na época, foram divulgados dados dos estudos de qualidade do ar da CETESB (Companhia Ambiental do Estado de São Paulo) que demostram que a região de Santa Gertrudes detém altos índices de material particulado, consequência do trafego excessivo de caminhões de argila, produtos acabados e cana de açúcar que circulam pelas estradas vicinais não asfaltadas, contribuindo para a suspenção dessa poeira no ar.
Para o diretor de Relações Institucionais e Governamentais da ASPACER, Luís Fernando Quilici, “não resta dúvida sobre a importância do asfaltamento dos trechos para a melhoria substancial da qualidade do ar na região. É nesse item que se encontra a principal fonte emissora do material particulado. Com o altíssimo trânsito de caminhões por esses trechos, é praticamente nula a possibilidade da redução de poeira sem o asfaltamento”, conclui Quilici.
Participaram também do encontro além do governador Alckmin, Benjamin e Quilici, o deputado estadual Aldo Demarchi, o prefeito de Rio Claro, João Teixeira Junior, e o presidente da Câmara de Rio Claro, André Godoy.
(Com informações de www.aspacer.com.br)

Geraldo Alckmin e Aldo Demarchi, na reinauguração da DDM

Depois de reabrir, no início da tarde desta quarta-feira (12), a Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) de Rio Claro, o governador Geraldo Alckmin anunciou que no mês de julho assinará a ordem de serviço para início das obras de duplicação da Rodovia SP-191 (Wilson Finardi), no trecho entre as rodovias SP-330 (Anhanguera) e Washington Luis (SP-310). “Serão investidos 95,9 milhões de reais”, disse Alckmin. Ele também informou que em 90 dias estarão concluídos os serviços de melhoria na SP-316 (Constante Peruchi), de Cordeirópolis a Rio Claro, com passagem por Santa Gertrudes, onde o Estado gastou 52 milhões de reais.
Integrante da Comissão de Transportes e Comunicação da Assembleia Legislativa, o deputado Aldo Demarchi tem sido um dos incentivadores das ações de governo para garantir maior segurança aos usuários da malha rodoviária paulista. “No caso da SP-191, a duplicação de Araras até Rio Claro é uma antiga aspiração regional e faz parte do contrato de concessão”, disse o parlamentar. Sobre a SP-316, ele observa que a obra somente ainda não foi completada devido ao atraso da Elektro na remoção de alguns postes, o que finalmente começou a acontecer.

Delegacia

Fechada havia bastante tempo em razão de um processo de reengenharia da Polícia Civil, a Delegacia de Defesa da Mulher passou a funcionar nas antigas dependências da 36ª Ciretran, que teve as atribuições transferidas para o Poupatempo. O espaço foi reformado e recebeu móveis e equipamentos no valor de aproximadamente 80 mil reais.
“Essa é a DDM de número 133 e ajudará a reforçar o trabalho de coibir e prevenir a violência contra as mulheres”, ressaltou Geraldo Alckmin durante entrevista coletiva.
“Iniciado há cerca de três anos, o processo de reabertura da DDM finalmente foi concretizado com a presença do governador”, comemorou o deputado Aldo Demarchi. Ele é o autor do projeto que conferiu à unidade policial a denominação “Dra. Liana Mungai”, em homenagem à delegada nascida em 1951 e falecida em 2006.


No próximo dia 27, serão completados sete anos da publicação do edital para construção do novo Fórum de Rio Claro. Um mês depois, já estava definida a empresa responsável pela obra. Mudanças no projeto, num primeiro momento, e problemas com a vencedora da concorrência pública realizada pela Prefeitura, porém, atrasaram o cronograma e acabaram por emperrar o projeto, que está paralisado há três anos.
Responsável pela emenda parlamentar que destinou cerca de R$ 9 milhões ao projeto, o deputado Aldo Demarchi lamenta a interrupção dos serviços quando estavam prontas cerca de 75% das edificações. “Desde então já fizemos diversos contatos no governo do Estado em busca de uma solução para o impasse”, diz o deputado. Há menos de um mês (foto), ele, o prefeito João Teixeira Júnior, o diretor do Fórum, juiz Cláudio Luis Pavão, e o procurador do Município, Rodrigo Ragghiante, trataram do assunto com o secretário adjunto de Justiça e Defesa da Cidadania, Luiz Madureira.
Na audiência, segundo o deputado, Madureira assumiu o compromisso de não liberar qualquer reforma ou novo prédio antes de dar sequência à construção do Fórum de Rio Claro. “Acredito que no próximo semestre teremos a retomada e conclusão das obras”, prevê  Aldo Demarchi.

Geraldo Alckmin e Aldo Demarchi participarão da entrega do prédio.

O governador Geraldo Alckmin deve entregar oficialmente à população de Rio Claro as novas instalações da Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) “Dra. Liana Mungai” no próximo dia 12, às 11:30. A informação foi divulgada nesta quarta-feira (05) pelo deputado Aldo Demarchi, depois de participar, no Palácio dos Bandeirantes, da cerimônia em que Alckmin autorizou a retomada das obras de duplicação da Rodovia SP-304, do quilômetro 179 ao 189, entre Piracicaba e São Pedro.
“Iniciado há cerca de três anos, o processo de reabertura da DDM deverá finalmente ser concretizado com a presença do governador”, destaca Aldo Demarchi, um dos principais apoiadores da iniciativa. A transferência dos serviços do Departamento Estadual de Trânsito (Detran) para o Poupatempo permitiu que as dependências ocupadas pela 36ª Ciretran fossem destinadas à implantação de um serviço de atendimento exclusivo às mulheres vítimas da violência. O espaço foi reformado e recebeu móveis e equipamentos no valor de aproximadamente 80 mil reais.
A denominação “Dra. Liana Mungai” foi conferida à unidade policial por meio da Lei 12457/2006, aprovada pela Assembleia Legislativa a partir de um projeto do deputado Aldo Demarchi. Nascida em Santa Gertrudes no dia 30 de maio de 1951, a homenageada foi vereadora de 1973 a 1976. Em 1987, ingressou no curso de formação de Perito Criminal, após ser aprovada em concurso público. No ano seguinte, assumiu a função na Delegacia Seccional de Rio Claro. Formada em Direito, participou de mais um certame e iniciou a carreira de Delegada em 1994, cargo exercido até seu falecimento em 2006.

Aldo Demarchi discursa na inauguração de creche municipal

O deputado Aldo Demarchi participou nesta quinta-feira (06), em Rio Claro, da entrega oficial das novas instalações da creche municipal “Arlindo Ansanello” que passou a funcionar na Rua 11 com a Avenida 32 no bairro Santana.  Segundo nota distribuída à Imprensa pela Diretoria de Comunicação da Prefeitura, com a mudança de prédio, a unidade que atendia 28 crianças de zero a três anos passará a atender 180, das quais 152 estavam na lista de espera.

Estima-se que o déficit de vagas passa de 1.100, o que tem motivado várias ações do deputado e do prefeito João Teixeira Júnior, o Juninho da Padaria. Em janeiro, ambos manifestaram ao secretário estadual da Educação, José Renato Nalini, a preocupação ante o risco de perda de quatro unidades destinadas a Rio Claro por meio do programa Creche-Escola. A situação mais preocupante era a do Jardim Terra Nova, com obras paradas e convênio vencido.

“Felizmente, conseguimos a renovação do convênio até 2018. Acredito que esse é o primeiro passo para recuperarmos o tempo perdido na execução dos convênios”, comenta Aldo Demarchi, responsável pela inclusão da cidade no programa gerido pela Secretaria de Desenvolvimento Social e que utiliza recursos financeiros do orçamento da Secretaria de Educação.

O deputado Aldo Demarchi pediu apoio a vários senadores

O deputado Aldo Demarchi defende há cerca de dois anos a anulação do artigo 13 da Resolução Normativa 479, de 3 de abril de 20l2, e os artigos 21 e 218 da Resolução Normativa 414, de 9 de setembro de 2010, da Agência Nacional de Energia Elétrica — ANEEL, que repassa aos Municípios a responsabilidade pelos serviços de elaboração de projeto, implantação, expansão, operação e manutenção das instalações de iluminação pública.
Aprovada pela Câmara dos Deputados em 2015, graças a um projeto do deputado Nelson Marquezelli (PTB-SP), a medida que corrige a ilegalidade cometida pela ANEEL está pronta para a pauta da Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) e, na semana passada, recebeu parecer favorável do relator, senador Paulo Rocha (PT-PA).
No início de março, Demarchi enviou correio eletrônico a Paulo Rocha para solicitar a agilização na definição do relatório. “Muitas cidades enfrentam grandes dificuldades de cumprir essa determinação, especialmente neste momento de crise econômica que o país atravessa. A proposta aprovada pela Câmara faz parte do Pacto Federativo e a expectativa era a de que fosse apreciada com urgência no Senado, mas o projeto está parado deste junho do ano passado na Comissão de Assuntos Econômicos”, destacou o deputado na mensagem.
Já no dia 15, Aldo Demarchi recorreu ao novo presidente da Comissão, senador Tasso Jereissati. “Tenho recebido frequentes manifestações de prefeitos sobre a necessidade de se agilizar o andamento do PDS 85/2015,que revoga a resolução da Aneel, que é absolutamente ilegal e acarreta dificuldades financeiras especialmente às pequenas cidades”, argumentou o deputado, que também pediu apoio ao líder do Democratas, senador Ronaldo Caiado.

Aldo Demarchi - de bigode e cavanhaque ao centro - e vereador Val Demarchi - último à direita -, com representantes da empresa

O deputado estadual Aldo Demarchi recebeu nesta segunda-feira (03), no escritório que mantém em Rio Claro, representantes de uma nova montadora de veículos utilitários que pretende instalar-se na região. Definida por enquanto apenas como “fábrica de jipes”, a empresa em formação planeja investir mais de R$ 1,6 bilhão no projeto e produzir, na etapa inicial, aproximadamente 10 mil automóveis por ano, com geração de 450 empregos diretos. Se o mercado for favorável, em três anos poderão ser criados 950 postos de trabalho.
Depois da reunião – que também teve a participação do vereador Val Demarchi -, o deputado levou o grupo até o gabinete do prefeito de Rio Claro, João Teixeira Júnior, o Juninho da Padaria. “A prioridade é trazer essa indústria para o município, mas existem outras cidades vizinhas interessadas”, informa Aldo Demarchi.
Ele revelou que já foi liberada uma linha de crédito pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), porém a liberação está condicionada à definição da área onde a planta será instalada. Segundo o plano de negócios, na primeira fase a empresa necessitará de um terreno de 300 mil metros quadrados, onde construirá 75 mil metros quadrados.   
A meta é produzir utilitários com modernos sistemas de suspensão, transmissão e motorizações desenvolvidas a partir de novas tecnologias a diesel, flex (a gasolina/álcool) e híbrido (gasolina/elétrico plugado), para uso “off road” e urbano.

Aldo Demarchi defende fortalecimento do Judiciário

A Comarca de Rio Claro terá mais dois juízes auxiliares, segundo informação divulgada nesta quarta-feira (22) pelo deputado estadual Aldo Demarchi. Os novos magistrados fazem parte dos 150 cargos criados pela Lei Complementar 1298, sancionada terça-feira (21) pelo governador Geraldo Alckmin a partir de projeto aprovado na Assembleia Legislativa.
“Desde o meu primeiro mandato parlamentar, tenho trabalhado pelo fortalecimento do Poder Judiciário, pois isso impacta diretamente na vida de todos os cidadãos”, diz o deputado. As vagas, explica Demarchi, serão preenchidas de maneira escalonada na proporção de 50 por ano até 2019.

Aldo Demarchi, José Renato Nalini e Juninho da Padaria, na audiência de 12 de janeiro

O Governo do Estado anunciou nesta sexta-feira (10), por meio da Secretaria de Educação, a renovação até 2018 do convênio com a prefeitura de Rio Claro para sequência da construção da unidade do programa Creche-Escola que atenderá cerca de 150 crianças no bairro Jardim Terra Nova. Essa medida é resultado da audiência que ocorreu no dia 12 de janeiro, quando o deputado Aldo Demarchi e o prefeito Juninho da Padaria manifestaram ao secretário José Renato Nalini a preocupação ante o risco de perda não apenas da creche do Terra Nova quanto de outras três destinadas ao município há alguns anos e que ainda não saíram do papel.

“É uma excelente notícia para a população de Rio Claro, especialmente nos casos das famílias que aguardam de longa data uma vaga para seus filhos.  Acredito que esse é o primeiro passo para recuperarmos o tempo perdido na execução dos convênios”, comenta o deputado Aldo Demarchi, responsável pela inclusão da cidade no programa gerido pela Secretaria de Desenvolvimento Social e que utiliza recursos financeiros do orçamento da Secretaria de Educação.

A situação mais preocupante era a do Jardim Terra Nova, que também motivou a ida do secretário municipal de Educação, Adriano Moreira, até São Paulo no mesmo dia em que Aldo e Juninho estiveram reunidos com Nalini. Em contato com os técnicos da Coordenadoria de Infraestrutura e Serviços Escolares (CISE), Moreira protocolou pedido para renovar o convênio extinto em dezembro do ano passado porque não foi prorrogado pela administração municipal anterior.

A Frente Parlamentar em Defesa da Produção Orgânica e Agroecologia realizou nesta terça-feira (07) uma reunião de trabalho na Assembleia Legislativa. O destaque na pauta foi a discussão de sugestões recolhidas nas audiências públicas organizadas no ano passado para subsidiar o projeto de lei voltado a promover o setor nos municípios e normatizar ações voltadas principalmente aos agricultores familiares.
Criada há cerca de três anos para desenvolver programas que incentivem o plantio e comercialização de alimentos saudáveis, a Frente é coordenada pela deputada Ana do Carmo e pelo deputado Aldo Demarchi, que foi representado na comissão por Sérgio Litholdo, diretor da Secretaria Municipal de Agricultura de Rio Claro.
“Não tenho dúvidas de que uma alimentação de qualidade elevará as condições de saúde da sociedade brasileira a um patamar relacionado não apenas à longevidade, mas também à diminuição dos gastos públicos com assistência médico-hospitalar”, avalia Aldo Demarchi.
”Acredito que as ações para atingirmos essa meta devem começar já na infância, com destaque para a merenda escolar de nossas crianças.Afinal de contas, atualmente no Brasil são fornecidas por dia aproximadamente 53 milhões de refeições nas escolas”, diz o deputado.

Publicação Mais Antigo »