RSS
Notícias
Comentários

Aldo Demarchi defende trem regional em reunião na OAB-Rio Claro

Deputado levou comitiva para audiência na Secretaria de Planejamento

A elaboração de abaixo-assinado segmentado por municípios foi definida como forma de mobilização pela inclusão de Rio Claro e região no projeto estadual de Trem de Passageiros.

A definição da pauta aconteceu na manhã desta quinta-feira (26) em reunião de representantes dos poderes públicos e da sociedade civil realizada na sede da OAB local.

Os trabalhos foram abertos pela presidente da ordem, Rosa Cattuzzo, e conduzidos pelo advogado e desembargador aposentado Irineu Carlos de Oliveira Prado, nomeado para a função. A primeira forma de minuta de abaixo-assinada foi por ele apresentada no final da reunião e aprovada. Segundo o advogado, cabe à sociedade manifestar sua organização política para inclusão no projeto em paralelo à busca de recursos por parte do governo estadual. “Não será de hoje para amanhã que teremos a solução, mas é preciso começar a trabalhar, Rio Claro não poderá ficar fora do projeto”, acrescentou.

A Câmara Municipal esteve representada pelo presidente João Zaine e pelo organizador regional da mobilização, vereador Geraldo Voluntário. A Mesa Diretora esteve ocupada pelo deputado Aldo Demarchi, pelo prefeito Du Altimari e pela vice-prefeita Olga Salomão.

O deputado Aldo Demarchi relatou os planos de retomada do trem de passageiros para o interior paulista desde 2007. Ele detalhou o encontro de comitiva local no Palácio dos Bandeirantes na terça-feira (24) com o secretário estadual de Planejamento e Gestão, Marcos Monteiro. A audiência atendeu à solicitação da OAB e do vereador Geraldo com previsão de nova pauta em reunião na Companhia Paulista de Trens Metropolitanos, vinculada à Secretaria estadual dos Transportes.

“Vamos retornar a São Paulo para tratarmos de aspectos técnicos da inclusão de Rio Claro, já que no Palácio dos Bandeirantes a receptividade do secretário de Planejamento foi positiva para darmos sequência à mobilização”, explicou o vereador.

Du Altimari e Olga Salomão historiaram a proposta em curso de transferência das oficinas da antiga Cia Paulista para o Jardim Guanabara ao longo da nova malha ferroviária. Como os demais componentes da Mesa Diretora, prefeito e vice destacaram a importância econômica e social tanto do transporte de carga quanto de passageiros.

João Zaine e Geraldo Voluntário destacaram que a mobilização conta com participação de vereadores da região e tem apoio do Parlamento Regional do Aglomerado de Piracicaba. Ambos referendaram a proposta de abaixo-assinado. Geraldo assinalou a participação local dos vereadores Julinho Lopes, Calixto, Dalberto Christofoletti e Maria do Carmo Guilherme. O vereador agradeceu ao deputado Aldo Demarchi pelas agendas no Palácio dos Bandeirantes. Agradeceu pela presença de representantes de Americana por meio da assessoria do vereador Davi Ramos.

Em nome da sociedade civil manifestaram apoio à realização do abaixo-assinado o presidente do Sindicato do Comércio Varejista, Célio Cerri; o secretário municipal de Desenvolvimento Econômico, Secreta; o representante do Grêmio dos Ferroviários, Augusto Parente; e o funcionário municipal Nelson Anunciatto. De Limeira, Veruska Ramanauskas falou em nome do Parlamento Regional.

O encontro na OAB reuniu representantes de secretarias e diretorias municipais, lojas maçônicas, entidades ferroviárias, líderes sindicais e de clubes de serviço.

Aldo Demarchi - ao centro - ajudou a levar o Bom Prato para Limeira

A exemplo do que aconteceu em Rio Claro, o trabalho do deputado estadual Aldo Demarchi foi decisivo para a instalação do Bom Prato em Limeira. O empenho do deputado mereceu destaque durante a inauguração do restaurante popular na última sexta-feira (20), durante solenidade que contou com a participação do governador Geraldo Alckmin, do secretário de Desenvolvimento Social, Floriano Pesaro, e do prefeito Paulo Hadich, entre outras autoridades. No discurso, o prefeito pediu licença aos demais convidados para agradecer a Aldo Demarchi por levar o Bom Prato a Limeira.
A 48ª filial do Bom Prato fica na Rua Treze de Maio, 527, no Centro, e oferecerá, de segunda a sexta-feira, 1,2 mil refeições diárias por R$ 1 cada e 300 cafés por R$ 0,50 a unidade. As obras de adequação do prédio e instalação dos equipamentos tiveram orçamento de R$ 400 mil, com investimento do Estado e execução pela entidade que irá gerir o empreendimento – a Casa de Apoio Romeiros de Nossa Senhora Aparecida (Cara).
Além disso, o Estado irá subsidiar as refeições, com R$  0,80  por  café  da  manhã e R$ 3,50 em cada almoço. A prefeitura se responsabilizou pelo aluguel do imóvel. No local também haverá o posto do Acessa SP, com quatro computadores para uso dos frequentadores e um para o monitor. O restaurante ainda poderá sediar cursos de qualificação na área de alimentos.
Programa
Desde a implantação do Bom Prato, em dezembro de 2000 até o fim de 2014, já foram servidas mais de 134 milhões de refeições para a população em situação de vulnerabilidade social. Para isto, o Governo do Estado já investiu cerca de R$ 320 milhões em custeio da alimentação, implantação e revitalização das unidades.
O sucesso do restaurante popular Bom Prato é devido ao preço e à comida de ótima qualidade. São refeições completas, de alto teor calórico (1.200 calorias), compostas de arroz, feijão, carne, legumes, salada, farinha de mandioca, pão, fruta da época e suco, ao custo de apenas R$ 1,00. O Governo do Estado subsidia R$ 3,50 do custo total da refeição (R$ 4,50) e o usuário complementa com o valor de R$ 1,00. Crianças com menos de seis anos não pagam.
O almoço é servido a partir das 10h30 para público prioritário (idosos, crianças e pessoas com deficiência) até o término da cota de cada unidade, que varia de 800 a 2.240 refeições por dia, conforme a demanda averiguada pela equipe técnica na região.
Já o café da manhã existe desde 2011. As refeições matinais têm cerca de 400 calorias, compostas de leite e achocolatado, café, pão com manteiga, requeijão ou frios e uma fruta da estação, ao preço de R$ 0,50. São servidos de 100 a 500 cafés diariamente por unidade, a partir das 7 horas.

Geraldo Alckmin e Aldo Demarchi na inauguração do Bom Prato de Rio Claro (arquivo)

O governador Geraldo Alckmin, o secretário de Desenvolvimento Social, Floriano Pesaro, e o deputado estadual Aldo Demarchi participam nesta sexta-feira (20), às 11 horas, da inauguração do restaurante Bom Prato em Limeira. A pedido do prefeito Paulo Hadich, o deputado participou das negociações com o Governo do Estado para instalação do restaurante popular na cidade.

A 48ª filial do Bom Prato fica na Rua Treze de Maio, 527, no Centro, e oferecerá, de segunda a sexta-feira, 1,2 mil refeições diárias por R$ 1 cada e 300 cafés por R$ 0,50 a unidade. As obras de adequação do prédio e instalação dos equipamentos tiveram orçamento de R$ 400 mil, com investimento do Estado e execução pela entidade que irá gerir o empreendimento – a Casa de Apoio Romeiros de Nossa Senhora Aparecida (Cara).

Além disso, o Estado irá subsidiar as refeições, com R$  0,80  por  café  da  manhã e R$ 3,50 em cada almoço. A prefeitura se responsabilizou pelo aluguel do imóvel. No local também haverá o posto do Acessa SP, com quatro computadores para uso dos frequentadores e um para o monitor. O restaurante ainda poderá sediar cursos de qualificação na área de alimentos.

Programa

Desde a implantação do Bom Prato, em dezembro de 2000 até o fim de 2014, já foram servidas mais de 134 milhões de refeições para a população em situação de vulnerabilidade social. Para isto, o Governo do Estado já investiu cerca de R$ 320 milhões em custeio da alimentação, implantação e revitalização das unidades.

O sucesso do restaurante popular Bom Prato é devido ao preço e à comida de ótima qualidade. São refeições completas, de alto teor calórico (1.200 calorias), compostas de arroz, feijão, carne, legumes, salada, farinha de mandioca, pão, fruta da época e suco, ao custo de apenas R$ 1,00. O Governo do Estado subsidia R$ 3,50 do custo total da refeição (R$ 4,50) e o usuário complementa com o valor de R$ 1,00. Crianças com menos de seis anos não pagam.

O almoço é servido a partir das 10h30 ao público prioritário (idosos, crianças e pessoas com deficiência) até o término da cota de cada unidade, que varia de 800 a 2.240 refeições por dia, conforme a demanda averiguada pela equipe técnica na região.

Já o café da manhã existe desde 2011. As refeições matinais têm cerca de 400 calorias, compostas de leite e achocolatado, café, pão com manteiga, requeijão ou frios e uma fruta da estação, ao preço de R$ 0,50. São servidos de 100 a 500 cafés diariamente por unidade, a partir das 7 horas.

desembargador José Renato Nalini e deputado Aldo Demarchi

A 6ª Vara Cível da Comarca de Rio Claro – já autorizada, mas ainda não instalada – será convertida em 1ª Vara da Família e Sucessões. O presidente do Tribunal de Justiça, desembargador José Renato Nalini, concordou com a alteração nesta segunda-feira (09/02) ao receber no seu gabinete o deputado estadual Aldo Demarchi. “Entreguei ao Dr. Nalini um dossiê preparado pela Diretoria de Serviço de Administração Geral do Fórum de Rio Claro onde ficou demonstrada a necessidade urgente da criação da Vara de Família e Sucessões”, informa Demarchi.
“O documento assinado pela juíza Cyntia Andraus Carretta revela, por exemplo, que os processos que se enquadram neste segmento especializado do Judiciário já representam 19% das distribuições registradas na Comarca”, destaca o deputado. “Esse argumento, somado ao fato de que a mudança não acarretará despesas extras, foi decisivo para a aceitação da ideia pelo desembargador Nalini”, acrescenta o parlamentar.

Inauguração reuniu autoridades, professores e representantes da comunidade

O prefeito Ildebran Prata e a primeira-dama Maria Luisa Prata inauguraram no sábado (31/01), a mais nova e moderna escola de educação infantil de Ipeúna, a EMEI “Maria Luisa Zanoni Prata”, localizada na Rua Joaquim Gomes Ferreira nº 875, bairro Altos de Ipeúna.
“Hoje estou muito feliz e bastante emocionado por receber todos vocês aqui. A Educação sempre foi uma das premissas em todas as minhas gestões. Criei as quatro escolas existentes no município e a primeira escola de educação infantil da região. É um prazer e um orgulho, no ano do cinquentenário de Ipeúna, entregar mais uma escola de educação infantil para a população. É mais um sonho realizado”, afirmou o prefeito Ildebran durante a solenidade de inauguração da escola.
O deputado Aldo Demarchi comentou a importância da obra para o bem-estar da população. “Ipeúna é uma cidade privilegiada, tenho orgulho de colaborar para o seu crescimento, pois tem o Executivo e o Legislativo atuando em prol dos anseios e necessidades da comunidade. Ao realizar essa obra, o prefeito não está pensando só no presente, mas está investindo no futuro das novas gerações ipeunense”.
O secretário municipal de Educação, Cultura, Esporte, Turismo e Meio Ambiente, Tiago Alves de Souza, destacou a homenagem à 1ª dama Maria Luisa Zanoni Prata, presidente do Fundo Social de Solidariedade (FSS) como reconhecimento por uma trajetória de vida e trabalho voluntário pautados pela busca do bem-estar da comunidade ao longo destes 25 anos à frente do FSS. “Ainda muito jovem, dona Maria Luisa já trabalhava em favor dos mais necessitados e também dos portadores de necessidades especiais”, salienta.
Bastante emocionada, a primeira-dama agradeceu a homenagem e também a Deus que “tem me dado força, alegria e muita paz para trabalhar, buscando sempre melhorar a qualidade de vida da população ipeunenses, especialmente aos idosos e às crianças”. Dona Maria Luisa ainda lembrou-se do exemplo deixado pelo pai, o de sempre buscar o bem-estar do próximo e do apoio da mãe, dona Páscoa, também presente ao evento.
Em seu discurso, o vice-prefeito José Antonio de Campos exaltou os investimentos que vêm sendo realizados na Educação. “Hoje, os governos do Estado e Federal impõem aos municípios disponibilizarem creches para todos, mas Ipeúna inaugurou sua primeira creche em 1998 e, desde então, oferece transporte escolar gratuito, psicólogos, dentistas, fonoaudiólogos, recursos humanos e instalações adequadas para garantir uma educação de qualidade. Que a nova EMEI Maria Luisa Zanoni Prata seja o berço do crescimento de Ipeúna”.
Após a cerimônia, o prefeito convidou todos os presentes para conhecerem as novas instalações. Para a dona de casa Nilde Santana de Matos, essa obra era o que Ipeúna precisava. “A população ipeunense merece ter à sua disposição serviços de qualidade. Acredito que esse novo espaço fará a diferença para a Educação no município”, afirmou enquanto passeava pelas novas instalações. Cleici Pereira de Jesus também aprovou o investimento na EMEI, onde deixará a filha de 12 meses para trabalhar. “Acredito que se pudesse pagar para deixar minha filha em uma creche não encontraria lugar melhor do que esse em toda a região. A escola é maravilhosa”, afirmou.
O ex-deputado estadual e superintendente de Integração do Serviço Social da Indústria (SESI), José Felício Castellano, o “Gijo”, destacou a funcionalidade das instalações. “A arquitetura moderna e inovadora, com pátio central, salas amplas e bem iluminadas e ventiladas são muito funcionais e favorecem a sociabilização e integração das crianças, criando um ambiente que favorece o desenvolvimento das crianças”, observou.
Para o diretor do Centro de Atividades do Sesi Rio Claro, Luís Gonzaga Renosto, os espaços são ideais para o desenvolvimento do processo ensino-aprendizagem. “É uma bela obra”. Já a coordenadora de Ação Social do município de Corumbataí afirmou “é uma obra de 1º mundo, muito bonita, uma construção forte e totalmente projetada para a faixa etária”.
O município investiu cerca de R$ 2,5 milhões em recursos próprios e tem 1.214,43 m² de área construída, organizada em salas de aulas, dormitórios, refeitório, cozinha, lactário, videoteca, biblioteca, brinquedoteca, lavanderia, despensa, banheiros, áreas administrativas, áreas de serviços. Outra novidade está nas áreas de lazer que, além do playground externo, conta com playground interno com gramado sintético, localizado sob a torre com cobertura de policarbonato. A unidade tem capacidade para atender 200 crianças, dos nove meses aos três anos de idade, nos níveis: berçário I, berçário II, maternal I e maternal II.
“O espaço foi construído especialmente para os pequenos cidadãos do município, contribuindo, assim, com o processo ensino-aprendizagem”, ressalta a secretaria de Obras e Projetos Públicos de Ipeúna, Maria da Graça Guilherme Favarin. Para a diretora da nova Emei, Rosangela Penteado, a nova unidade não é apenas uma obra de estrutura física, mas um reflexo da política de educação municipal, de modernizar a rede de ensino pensando no cidadão e, paralelamente, proporcionar as melhores condições para alunos e educadores.
Também prestigiaram a cerimônia, o presidente da Câmara de Vereadores Alécio Pazetto, os prefeitos Vicente Rigitano, de Corumbataí, e José Henrique Piazza, de Charqueada, a presidente da Câmara de Itirapina Mari Leila Bacciotti Cândido, representando o prefeito de Itirapina José Maria Cândido, vereadores, secretários e servidores municipais, pais de alunos da escola, alunos e a população em geral.

Audiência na Defensoria Pública definiu ampliação das atividades em Rio Claro

Novas instalações estão em fase final de adaptação

O deputado estadual Aldo Demarchi participou nesta terça-feira (03/02) de audiência com o Defensor Público-Geral do Estado, Rafael Valle Vernaschi, o Subdefensor Público, Luís Gustavo Fontanetti Alves da Silva, responsável pelas unidades instaladas em cidades do Interior, e o Defensor Público Assessor Parlamentar, Rafael Gandara D’Amico. No encontro, foi discutida a ampliação das atividades em Rio Claro, onde está em fase final a reforma e adequação de um prédio para melhorar substancialmente a qualidade da prestação dos serviços da Defensoria à população.
Segundo o deputado, atualmente os defensores públicos utilizam uma sala no terceiro andar do prédio anexo ao Fórum, o que dificulta o acesso dos cidadãos, principalmente aqueles com problemas de locomoção, pois existem três lances de escada. “Já as novas instalações reúnem todas as condições de acessibilidade, além de salas suficientes para possibilitar atendimento específico em cada área do Direito”, ressaltou Demarchi durante a reunião.
O deputado foi informado pelo Defensor Público-Geral e pelo Subdefensor encarregado do Interior que a melhoria da estrutura permitirá à Defensoria oferecer essa orientação multidisciplinar em Rio Claro. “Tão logo seja ocupado o novo prédio, haverá também atendimento psicológico e de assistência social a quem precisar”, afirmou Rafael Vernaschi.
O Deputado apontou a necessidade de mais  defensores públicos para atender a população de Rio Claro e região. Quanto a isso, o Defensor Público-Geral esclareceu que ainda este ano será realizado concurso e que a Comarca de Rio Claro deverá ser contemplada. Acrescentou que só não pode garantir a quantidade de cargos disponibilizados para o município, uma vez que a alocação dos aprovados depende do Conselho Superior da Defensoria Pública.
Além disso, ficou garantido que assim que houver espaço físico necessário, a unidade de Rio Claro assumira a triagem que hoje é realizada por meio de convênio com a OAB – Ordem dos Advogados do Brasil.
O deputado Aldo Demarchi acredita que a partir da disponibilização de instalações adequadas, a realização de concurso e o acréscimo de defensores públicos, a assistência jurídica especializada e o atendimento psicológico e de assistência social,  a população de Rio Claro e região terá um serviço de excelência proporcionado pela Defensoria Pública do Estado de São Paulo.

Aldo Demarchi participou da discussão sobre crise hídrica

Preocupados com a crise hídrica em São Paulo, representantes dos municípios da região que compõe o Sistema Cantareira – Bragança Paulista, Caieiras, Franco da Rocha, Joanópolis, Nazaré Paulista, Mairiporã, Piracaia, Vargem, Santa Isabel, Bom Jesus dos Perdões, Igaratá, Jarinu, Atibaia, Extrema, Camanducaia, Itapeva, São Paulo e Sapucaí-Mirim – estiveram reunidos hoje (30) com autoridades, ambientalistas, associações, parlamentares e entidades que defendem o meio ambiente. A finalidade do encontro realizado em Bragança Paulista foi discutir e propor uma carta de intenções sobre como implementar políticas e ações para a grave crise hídrica no Estado e a necessidade de transformar projetos pilotos bem sucedidos em políticas públicas efetivas de conservação e produção de água para enfrentamento e superação da crise hídrica.
A minuta prevê ações dos governos dos Municípios, Estado e Federação. Um dos aspectos mais importantes do documento é o cumprimento do Código Florestal e a redução do tempo de recuperação com incentivo público. A obediência às leis vigentes é outro mecanismo que pode evitar desmatamentos, incêndios e outros danos ambientais. O documento também proõe o cruzamento de ações educativas, capacitação de gestores, orientação para o planejamento econômico/ambiental da propriedade rural, recursos para recuperação e conservação de APPs (Áreas de Preservação Permanente), entre outras medidas.
O evento contou com a presença do deputado estadual Aldo Demarchi – um dos coordenadores da Frente Parlamentar de Apoio à Agricultura Orgânica e Defesa da Agroecologia no Estado de SP -, que defendeu, no debate, a recuperação das nascentes e olhos d’água, que são responsáveis pelo abastecimento de pequenos riachos que ganham volume até chegar aos grandes rios e represas.
O deputado falou por cerca de 15 minutos, apresentou vídeo onde mostrou experiência de reflorestamento de nascente em sua propriedade que há duas décadas estava praticamente seca sem a proteção vegetal. Reflorestada e protegida, mesmo em época de longa estiagem, como vem se repetindo nos últimos 15 anos, a nascente aumentou a vazão. Demarchi também apresentou Projeto do ambientalista Pedro Diesel para recuperar nascentes, como uma ideia alternativa bastante simples, viável e barata.
Diesel vem se destacando ao recuperar nascentes assoreadas, pisoteadas por animais, cobertas por vegetação, etc. “Se as nascentes forem recuperadas, as águas dos rios aumentarão, porque elas é que dão vida e saúde aos rios”, afirmou o ambientalista em reportagem publicada no jornal Estado de S. Paulo. O envelopamento” da nascente é feito basicamente com a limpeza, formatação da vala e a construção de uma caixa em volta do olho d’água com aplicação de pedra e solo cimento. Sem o reflorestamento e os cuidados a nascente pode diminuir a vazão, secar ou desaparecer completamente. “A partir do momento em que há assoreamento a água deixa de fluir”, esclarece Pedro Diesel.
De Ipeúna se fizeram presentes os vereadores Alécio Pazetto e Adilson do Portal. O vereador Geraldo Voluntário representou Rio Claro. Eles destacaram que a proteção dos rios e nascentes é de natureza pública, e que na atual crise a o conceito ganha dimensão de cidadania e necessita de políticas que envolvam diversos setores da sociedade, que se estabeleçam limites, leis e incentivos a quem protege a água. Voluntário levou estudo detalhando as nascentes no município e disse que a população, entidades, parlamentares prefeitos precisam estar atentos para que aprendem com a crise e busquem soluções para que a água possa ser preservada.
Além de prefeitos e parlamentares assinaram a minuta da carta o Instituto Kairós, AAO- Associação de Agricultura Orgânica, IPÊ Instituto de Pesquisas Ecológicas, SOS Mata Atlântica, Greenpeace, Asharan Saccha Mission. O encontro teve a colaboração da Prefeitura de Bragança Paulista/Secretaria de Meio Ambiente, Aliança pela Água, Centro Paula Souza, Plataforma de Apoio à Agricultura Orgânica no Município de São Paulo, Frente Parlamentar de Apoio à Agricultura Orgânica e Defesa da Agroecologia no Estado de SP, Instituto 5 Elementos, Instituto Auá e Iniciativa Verde, CPORg-SP.

Aldo Demarchi discursa ao lado do deputado Roberto Morais e de Geraldo Alckmin

O deputado estadual Aldo Demarchi acompanhou o governador Geraldo Alckmin nesta quinta-feira (11) na solenidade de inauguração do “Contorno de Charqueada”, que liga as rodovias Irineu Penteado (SP-191) e Hermínio Petrin (SP-308). Iniciada em setembro do ano passado, a intervenção recebeu investimentos de R$ 21,6 milhões do Departamento de Estradas de Rodagem e vai reduzir o número de caminhões que transitam pelo centro de Charqueada.
Integrante da Comissão de Transportes e Comunicações da Assembleia Legislativa, Aldo Demarchi ressalta a importância da obra para a cidade e região. “Era uma reivindicação antiga da população, que agora passa a ter mais segurança no tráfego urbano”, disse o deputado.
Já o governador Geraldo Alckmin apontou a relevância do anel viário com 5,4 quilômetros e duas pontes para a economia de Charqueada. “Esse contorno evita acidentes e facilita a logística no local. Dessa maneira, representa uma forma de atrair novas empresas e aumentar a oferta de empregos”.

Juninho da Padaria e Aldo Demarchi no trecho que será asfaltado

Ato de entrega da ordem de serviço reuniu moradores e autoridades

O asfaltamento de um trecho da Estrada do Matão, no Distrito de Ferraz, em Rio Claro, começa nos próximos dias. A ordem de serviço foi entregue oficialmente nesta quarta-feira (03) a um representante da empresa que venceu a licitação no valor de aproximadamente R$ 130 mil realizada pela Prefeitura a partir de verba incluída no orçamento do Estado de São Paulo por meio de emenda do deputado Aldo Demarchi.

“Assumimos esse compromisso com os moradores, conseguimos incluir os recursos na peça orçamentária e o governador Geraldo Alckmin assinou o convênio com o Município em junho deste ano”, recorda o deputado, que participou do ato de entrega do documento que permitirá o início das obras. Além dele, estiveram presentes o diretor de Engenharia da Secretaria Municipal de Obras, Viliam Guilherme Moga, e os vereadores Raquel Picelli e Juninho da Padaria, além de pessoas residentes em Ferraz. “Mais uma vez contamos com o apoio e o trabalho do nosso deputado. A implantação desse asfalto vai melhorar a qualidade de vida das famílias que sofrem com a poeira em períodos de seca e com a lama nas épocas de chuva”, diz o vereador Juninho.

Aldo Demarchi, Clodoaldo Pelissioni e Juninho da Padaria

O secretário de Estado de Logística e Transportes, Clodoaldo Pelissioni, anunciou nesta sexta-feira (14), durante audiência pública em Piracicaba, que a reformulação completa do trevo “Vereador Victor Lopes Júnior”, localizado no quilômetro 173+500 metros da Rodovia Washington Luís, faz parte do pacote de obras com início previsto para fevereiro de 2015 na região de Rio Claro. “Além dessa melhoria significativa no acesso aos bairros da Zona Sul e ao Terminal Rodoviário e região central de Rio Claro, está prevista a construção de duas marginais na Washington Luís e de uma passagem subterrânea na Rodovia Fausto Santomauro, nas imediações do Jardim Novo I”, diz o deputado estadual Aldo Demarchi, integrante da Comissão de Transportes e Comunicações da Assembleia Legislativa.

Acompanhado pelo vereador Juninho da Padaria, o deputado recepcionou Clodoaldo Pelissioni em Piracicaba. “É importante destacar que essas obras em Rio Claro e a implantação de vias marginais e novos acessos em Itirapina receberão investimentos de pelo menos R$ 160 milhões dentro do programa de concessões rodoviárias do Governo de São Paulo”, observa Aldo Demarchi.

Já o vereador Juninho considera os anúncios oficializados por Pelissioni o resultado de um trabalho iniciado há alguns anos. “Temos reivindicado de longa data por intermédio do deputado o trevo de entrada e saída para a Zona Sul de Rio Claro, bem como a travessia para os moradores do Jardim Novo I e adjacências. Agora, finalmente, recebemos a confirmação pessoalmente do próprio secretário de Transportes”, comemora Juninho.

Na audiência pública, o secretário apresentou os projetos de recuperação e melhorias da Rodovia Geraldo de Barros (SP-304), entre os quilômetros 198+140 metros e 258+940 metros, em Torrinha, e da Rodovia Samuel de Castro Neves(SP-147), do quilômetro 152 ao 235+800 metros, em Piracicaba.

Publicação Mais Antigo »