RSS
Notícias
Comentários

Aldo Demarchi é um dos coordenadores da Frente Parlamentar

Evento reuniu grande público na Assembleia Legislativa

(Keiko Bailone – Fotos: José Antonio Teixeira)
Foi relançada na última segunda-feira, 22/6, a Frente Parlamentar em Defesa da Produção Orgânica e Desenvolvimento da Agroecologia, que já vinha atuando desde 2012 sob a coordenação dos deputados Ana do Carmo (PT) e Aldo Demarchi (DEM). Esses dois parlamentares continuam no comando da nova frente.
“Nosso objetivo é sair do papel”, disse Demarchi, referindo-se a uma atuação mais prática. Ele é o autor da Lei 12.518, aprovada em janeiro de 2007, que autoriza o Executivo a instituir o Programa de Incentivo ao Sistema Orgânico de Produção Agropecuária e Industrial no Estado. Segundo o parlamentar, falta a regulamentação dessa lei e, nessa etapa, ele acredita que poderá haver o aprimoramento dessa legislação, nos moldes das leis vigentes em Minas Gerais, Paraná e Rio Grande do Sul.
Ana do Carmo acompanhou a fala de Demarchi e defendeu uma atuação mais enfática dessa nova frente parlamentar. Citando o exemplo da prefeitura de São Bernardo do Campo, que optou por uma merenda com alimentos orgânicos em sua maior parte, a parlamentar fez defesa veemente da agricultura orgânica por ser “uma questão de saúde pública”.
Além do investimento do governo, Ana também destacou como ponto fundamental a conscientização da população. Lembrou que, mesmo que o preço do alimento orgânico seja igual ao do convencional, alguns consumidores podem ser atraídos pela “beleza” dos alimentos produzidos com agrotóxicos.
Causa suprapartidária
Demarchi e Ana do Carmo enfatizaram o caráter suprapartidário dessa frente parlamentar. Mesmo o presidente Fernando Capez, ao abrir os trabalhos, encampou essa ideia, enaltecendo o trabalho do deputado federal Adelmo Carneiro Leão (PT-MG), “que se deslocou para nosso Estado em defesa dessa causa”. Adelmo Leão é o autor da lei de defesa dos produtos orgânicos em seu Estado, mas esclareceu que sua proposta só avançou porque contou com a parceria de diferentes setores, fossem órgãos públicos, movimentos sociais ou ativistas da produção orgânica e desenvolvimento agroecológico.
Leão explicou que a lei sobre orgânicos foi muito bem elaborada, com conceitos e planos, “mas, está no papel, é um tema de retórica”. A seu ver, a atuação prática dessa lei, mesmo como os investimentos do Estado, depende da postura cultural do consumidor, e do equilíbrio da produção agroecológica com o agronegócio.
Programas de incentivo
Michel Reche Beraldo e Manoel Dimas Tavares apresentaram alguns programas de incentivo à produção orgânica. Michel Reche citou o “Bom Preço do Agricultor Orgânico”, que promove a venda direta do agricultor para o consumidor final, com a vantagem de se livrar do intermediário; Dimas Tavares destacou o Plano Nacional de Agroecologia e Produção Orgânica (Planapo), que propõe investimento na saúde do trabalhador rural e dos agricultores familiares assentados e na melhoria da segurança alimentar e nutricional da população.
Segundo Dimas Tavares, que leu mensagem encaminhada pelo delegado federal do Desenvolvimento Agrário em São Paulo, José Reinaldo Prates da Silva, a mobilização em defesa do agronegócio e agroecologia prevê o atendimento, no Estado paulista, de 3 mil famílias, em 84 municípios, com um montante de investimentos que chegará a R$ 14 milhões.
Representantes de associações presentes ao ato de lançamento dessa frente parlamentar também se manifestarram. Ana Flávia Borges Badue, do Instituto Kairós, alertou sobre a importância do reflorestamento de base agroecológica para resgatar a saúde da terra e obter água, tão fundamental aos agricultores “que não podem ser penalizados por essa crise de recursos hídricos”.
Pedro Jovchelevich, da Associação Brasileira de Agricultura Biodinâmica de Botucatu, contou sobre experiência numa área de proteção ambiental do município, onde produzem milho e soja livres de transgênicos. Ele pediu o apoio da frente parlamentar para que o mesmo possa ocorrer em outras APAs, que totalizam 220 mil hectares em nove municípios do Estado.
As pioneiras do movimento orgânico no Estado, Ondalva Serrano e Ana Primavezi, da Associação dos Agricultores Orgânicos, foram homenageadas durante o ato de lançamento da frente parlamentar.

Aldo Demarchi ao tomar posse no mais recente mandato

O deputado estadual Aldo Demarchi (Democratas) recebe, às 19:30 da próxima terça-feira (30), no Centro Comunitário de Charqueada (Rua Santa Cecília, 77), o título de “Cidadão Charqueadense”. Na sessão solene, também será homenageado o ex-prefeito de Charqueada, Hélio Donizete Zanatta, atual prefeito de São Pedro.
No sexto mandado parlamentar consecutivo, Demarchi já recebeu títulos honoríficos em Torrinha, Corumbataí, Brotas, Ipeúna, Itirapina, Nhandeara, Cordeirópolis, Pontes Gestal, Panorama, Tietê, Dois Córregos, Manduri e Santa Maria da Serra, entre outras cidades. ““Esse tipo de reconhecimento é que nos estimula a continuar o trabalho na Assembleia Legislativa em defesa do interesse da população do Interior de São Paulo”, diz o deputado, que nas eleições de 2014 obteve 823 votos em Charqueada.

Construção de vias paralelas foi discutida em reunião no DER

O Presidente da Câmara Municipal de Ipeúna, vereador Alécio Pazetto, e o Primeiro Secretário, vereador Adilson do Portal, estiveram na última quarta-feira (17) na sede o DER (Departamento de Estradas de Rodagem), em Sâo Paulo, onde foram recebidos pelo Superintendente Geral, o engenheiro Armando Costa Ferreira. Acompanhados pelo Deputado Estadual Aldo Demarchi, os vereadores defenderam a implantação de avenidas paralelas à Rodovia SP-191, entre o trevo da entrada de Ipeúna e a Avenida Mário Covas, além da construção de um trevo de acesso nesta última via.
As obras sâo necessárias para atender as novas indústrias que já adquiriram terreno e estâo instalando unidades em Ipeúna. As transportadoras Graúna e Labuta já iniciaram as obras, a empresa Microna do Brasil apresentou projeto e aguarda aprovação. Por sua vez, a Uai Salgados comprou o terreno, está realizando levantamento topográfico e em breve deverá apresentar projeto e iniciar a construção da fábrica. A obra também atenderá ainda a Cervejaria CBVA, em processo de expansão.
Durante a reunião, o deputado Aldo Demarchi destacou a importância das avenidas e do trevo, pois Ipeúna está conseguindo atrair indústrias, mesmo nesse momento de crise vivido pelo país. Ele reconhece a necessidade de o Governo do Estado dar apoio para garantir esses investimentos.
Alécio Pazetto e Adilson do Portal apresentaram um mapa da área e demonstraram ao superintendente do DER que o desenvolvimento de Ipeúna passa pela realização dessas obras. “A construção dessas paralelas à SP-191 e do trevo com a Avenida Mário Covas é indispensável para o desenvolvimento econômico de Ipeúna. Nessa área é que teremos o maior parque industrial do município e é necessário garantir o acesso para as novas indústrias”, ressaltam os vereadores.
Acompanhou a reuniâo o empresário Marcelo Venâncio Stern, da empresa Microna do Brasil, que reforçou a importância da instalação das vias paralelas e do trevo na Avenida Mário Covas.
“Essa reunião só foi possível graças à intervenção do deputado Aldo Demarchi, que está conosco nessa luta. O Superintendente do DER entendeu o problema e já determinou os estudos para a realização da obra”, observam Alécio Pazetto e Adilson do Portal.

Aldo Demarchi - segundo à esquerda - na abertura do Forn&Cer 2015

A abertura oficial do Forn&Cer, em Santa Gertrudes, foi realizada na terça-feira, dia 16, com o corte da fita e com a participação de autoridades políticas e representantes do setor cerâmico. A 8ª edição do Encontro Internacional de Fornecedores e Cerâmicas ocupa um espaço de cinco mil metros quadrados, que compreende o Centro de Convenções, que fica anexo à sede da ASPACER. Até o dia 19 de junho, o Forn&Cer está aberto a visitação das 14 às 20 horas.
Destaque para a presença de Aldo Demarchi – Deputado Estadual, José Fernando Bruno – Subsecretário de Mineração, Ricardo de Oliveira Moraes – Diretor Superintendente do DNPM (Departamento Nacional de Produção Mineral), Claúdio Conz – Presidente da Anamaco, Rogério Pascon – Prefeito de Santa Gertrudes, além dos prefeitos da região e empresários ceramistas.
Em seu pronunciamento, Demarchi destacou a atividade cerâmica e sua ligação com o setor, através do pai, que também foi ceramista. “É uma honra acompanhar a evolução de um setor que contribui para a história de desenvolvimento de nossa país e se destaca no mundo inteiro”.
Bruno, em seu discurso, agradeceu o convite para mais um ano consecutivo participar da abertura do Forn&Cer e disse que a cada edição, o evento se mostra mais profissional e, por consequência, demonstra o crescimento e fortalecimento do setor cerâmico.
Moraes, por sua vez, deu as boas vindas aos presentes, enfatizando que a argila, matéria-prima fundamental para a atividade cerâmica, é sem dúvida, um destaque na mineração brasileira, pela sua excelente qualidade.
O presidente da Anamaco, afirmou em suas palavras, que sem dúvida, apesar da crise econômica, o setor da construção civil é forte e demonstra superação, e que os revestimentos cerâmicos, com certeza, contribuem para esse cenário positivo.
Para encerrar os discursos, o presidente da ASPACER e do SINCER, destacou que desde 1999, a ASPACER, sempre em parceria e com o apoio do SINCER, sindicato patronal, e junto de outras entidades, tem buscado de maneira incessante realizar de forma criteriosa, projetos e ações que permitam a defesa setorial do nosso segmento. “Apesar da crise econômica especialmente vivenciada pela sociedade brasileira, é preciso ter clareza de propósitos e ações, para que possamos mobilizar a todos no sentido de buscarmos as soluções que nos levarão a retomada do crescimento econômico e do desenvolvimento social. A ASPACER e o SINCER, entidades empresariais que atuam na defesa da indústria, através do FORNECER e do Congresso da Indústria de Revestimentos Cerâmicos, mostram que estão engajadas na luta pelo crescimento, pelo desenvolvimento, proporcionando nesse espaço e ao longo dos próximos dias, um excelente ambiente de negócios e qualificação profissional”.

Aldo Demarchi e o jogador de futebol Felipe Santana

O deputado estadual Aldo Demarchi recebeu nesta quinta-feira (11), no Escritório Regional de Rio Claro, a visita do zagueiro Felipe Santana. Durante o encontro, o atleta de 29 anos apresentou ao deputado o projeto de iniciação esportiva que pretende desenvolver na cidade para atender crianças e adolescentes carentes.
Nascido em Rio Claro, Felipe Santana alcançou projeção no Figueirense e, em 2008, foi negociado com o Borussia Dortmund, onde conquistou o bicampeonato alemão nas temporadas 2010-2011 e 2011-2012. Em 2013, passou a defender a equipe do Schalke 04, também na Alemanha, até ser transferido na atual temporada para o Olympiacos, da Grécia, mediante empréstimo.

Aldo Demarchi e o secretário Alexandre de Moraes

A instalação de uma base da Polícia Militar nas dependências do atual Fórum de Rio Claro foi discutida entre o deputado estadual Aldo Demarchi e o secretário da Segurança Pública, Alexandre de Moraes, nesta segunda-feira (25), durante audiência em São Paulo. “Trata-se de uma aspiração dos comerciantes, prestadores de serviços, profissionais liberais e da comunidade em geral diante da quantidade de roubos e furtos na área central da cidade”, justifica Demarchi.
Segundo ele, o Fórum reúne as condições ideais para essa finalidade. “Além do posicionamento estratégico, possui espaço adequado já disponibilizado por sua Diretoria de Serviço de Administração”, informa o deputado, que entregou ao secretário Alexandre de Moraes ofícios da Associação Comercial e Industrial de Rio Claro (ACIRC) e da 4ª Subsecção da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) sobre a importância de uma base da PM no centro.
Para a presidente da OAB local, Rosa Cattuzzo, isso reforçará o policiamento ostensivo e, consequentemente, aumentará a sensação de segurança da população. O presidente da ACIRC, Antônio Carlos Beltrame, também apresentou argumentos semelhantes.
De acordo com o deputado, o secretário aprovou a ideia e se comprometeu a levar o assunto ao Tribunal de Justiça, órgão responsável pelo Fórum.

Aloísio de Toledo César, secretário de Justiça, com o deputado Aldo Demarchi

O secretário de Justiça e Defesa da Cidadania, Aloísio de Toledo César, confirmou esta semana ao deputado estadual Aldo Demarchi, por meio de ofício, que estão sendo elaborados estudos para a retomada das obras do novo Fórum da Comarca de Rio Claro. “Assim que estiver pronto o material necessário à realização dos serviços complementares, será realizado procedimento licitatório para o término da edificação”, informa o secretário.
A manifestação de Toledo César responde a uma cobrança do deputado, que encaminhou-lhe um dossiê preparado pela Diretoria de Serviço de Administração do Fórum a respeito da situação do prédio que deverá abrigar as varas criminais e respectivos ofícios de Justiça. “Paralisadas desde agosto do ano passado em virtude do cancelamento do contrato com a empresa responsável pela execução dos serviços, as obras dependem de uma nova licitação para serem retomadas”, observou Demarchi no material entregue ao secretário.
“Agora, não restam dúvidas de que a Secretaria de Justiça e Defesa da Cidadania assumiu diretamente a construção do Fórum”, destaca o parlamentar. Até então, essa tarefa havia sido exercida pela Prefeitura, que recebeu cerca de R$ 9 milhões do Governo do Estado para contratação da construtora. O dinheiro foi destinado a partir de emenda orçamentária de autoria do deputado Aldo Demarchi.

Em atendimento a uma solicitação de comitiva de rio-clarenses, o secretário de Transportes Metropolitanos, Clodoaldo Pelissioni, anunciou nesta terça-feira (05), em São Paulo, a realização de pesquisa sobre a viabilidade econômica do Trem Metropolitano para chegar até Rio Claro.
O objetivo da pesquisa é saber qual seria a demanda diária de passageiros da cidade até São Paulo com paradas em Santa Gertrudes, Cordeirópolis e Limeira no trajeto que de Americana seguiria às estações metropolitanas da Capital.
“Se chegar a Americana, o trem vai seguir pelo interior, é questão de tempo, mesmo porque as dez grandes rodovias que dão acesso à Capital estão saturadas e vão continuar em processo de saturação”, explicou o secretário.
Segundo ele, as pesquisas de demanda por transportes mostram a exigência de investimentos nas quatro áreas de maior densidade urbana, Campinas, Vale do Paraíba, Sorocaba e Santos. A prioridade é Campinas, o que justifica a extensão do Trem Metropolitano ao interior. A seu ver, tanto o transporte de cargas quanto o de passageiros por ferrovia são fundamentais no planejamento urbano e econômico.
A comitiva de Rio Claro reuniu o deputado Aldo Demarchi, o vereador Geraldo Voluntário e a representação da OAB local formada pelo desembargador aposentado Irineu Carlos de Oliveira Prado e pela advogada Ionita Krugner, representante da presidente Rosa Catuzzo.
O grupo falou sobre a campanha dos rio-clarenses para inclusão do município no projeto que prevê o trajeto do trem só até Americana. O deputado Aldo Demarchi destacou a realização de abaixo-assinado por iniciativa da OAB e sob a coordenação regional de Geraldo Voluntário. Ele acentuou a tradição ferroviária de Rio Claro e que há anos trabalha com a perspectiva da retomada do transporte de passageiros ao longo da antiga Companhia Paulista.
Irineu Prado e Ionita Krugner assinalaram a motivação da comunidade na mobilização em curso através de clubes de serviços, associações, sindicatos, comércio, indústria e entidades religiosas.
O vereador Geraldo Voluntário enfatizou que diante da receptividade positiva do secretário e do encaminhamento da pesquisa de viabilidade, “a participação no abaixo-assinado ganhou em importância para mostrar que Rio Claro e as cidades parceiras nesta luta querem de fato que o Trem Metropolitano seja uma alternativa de transporte”.

Autorização foi dada na sede da Divisão Regional do DER

A ordem de serviço para oficializar o início dos trabalhos de recuperação, melhorias e duplicação da Rodovia Constante Peruchi (SP-316), que liga Rio Claro a Cordeirópolis, passando por Santa Gertrudes, foi assinada nesta sexta-feira (17), na sede da Divisão Regional 13 do Departamento de Estradas de Rodagem. “O canteiro de obras já está instalado e a movimentação de homens e máquinas deve ganhar ritmo a partir da semana que vem”, informa o deputado estadual Aldo Demarchi.
Integrante da Comissão de Transportes e Comunicação da Assembleia Legislativa, ele ressalta que esse era um dos compromissos do governador Geraldo Alckmin. “Os R$ 52,6 milhões destinados à SP-316 representam o maior investimento em infraestrutura de transportes da região nos últimos anos”, observa Demarchi. Além de restauração do pavimento e acostamentos asfaltados, está previsto duplicar aproximadamente 1,6 quilômetro de pista em Cordeirópolis e de pouco menos de 5 quilômetros entre Rio Claro e Santa Gertrudes –, trecho em que também será implantada ciclovia. O prazo de execução foi fixado em doze meses.
Entre os participantes do ato de assinatura da ordem de serviço estiveram o deputado, o diretor da DR-13, engenheiro Danilo Luiz Dezan, o supervisor de fiscalização do DER, engenheiro Alexandre Tadeu Vilela de Camargo, a engenheira Elaine Zancopé Carnieri (fiscal do DER), o diretor da Conter Construções e Comércio – vencedora da concorrência internacional -, Olavo Pacheco Silveira, o gerente de contratos da Conter, Alencar José da Silva, e o representante do consórcio Euroestúdios-ECR-Geribello, Armando Luciano Borges.

Herman Voorwald, Juninho da Padaria e Aldo Demarchi em reunião na Assembleia

Técnicos da Fundação para o Desenvolvimento da Educação (FDE) estiveram em Rio Claro nesta terça-feira (14) para vistoriar a Escola “Nelson Stroli” – atingida por um incêndio criminoso no início do mês. Eles ainda visitaram as escolas “Prof. Délcio Báccaro”, “Prof. João Batista Leme” e “Prof. José Cardoso”, que também necessitam de obras para melhoria e reformas das instalações.
A presença dos representantes da FDE na cidade foi determinada pelo secretário da Educação do Estado de São Paulo, Herman Jacobus Cornelis Voorwald, conforme compromisso assumido no último dia 8 com o deputado estadual Aldo Demarchi e o vereador Juninho da Padaria.
Recebido no gabinete do deputado na Assembleia Legislativa, Voorwald afirmou que tão logo a Diretoria Regional de Ensino de Limeira encaminhasse à Secretaria um relatório detalhado dos estragos ele agilizaria reforma das instalações danificadas na escola Nelson Stroili. “O secretário demonstrou eficiência e rapidez ao atender nossa solicitação”, destaca Aldo Demarchi. Embora considere prioritária a situação da unidade de ensino que teve três salas incendiadas, o parlamentar também defende a agilização no atendimento às demandas das outras escolas.

Publicação Mais Antigo »